Tag: Finneas

A 62ª edição do Grammy Awards deste ano teve um trágico início. Horas antes do evento, foi anunciado que o ex-jogador de basquete Kobe Bryant e uma de suas filhas, Gianna, faleceram em um acidente de helicóptero em Calabasas, cidade da Califórnia. A morte de ambos deu o tom para o discurso de abertura de Alicia Keys, que aconteceu logo após a apresentação de Lizzo.

Alicia lembrou que o Grammy acontece no Staples Center, que também é a casa do Lakers, time ao qual Bryant pertenceu e ajudou a levar longe e propôs que, já que a música é um instrumento de cura, todos participassem de um processo de cura. Logo em seguida, Keys fez uma pequena performance junto com o grupo Boyz II Men e a produção iluminou dois uniformes de Kobe que estavam dispostas na arena.

A referência à camisa número 24 do jogador esteve em outras apresentações da noite, como na música Walk This Way, de Aerosmith com o Run-DMC, na performance de Old Town Road, pelo Lil Nas X, e no compilado de canções em homenagem ao rapper Nipsey Hussle, falecido em 2019 assassinado em Los Angeles, na Califórnia.

A noite também foi marcada pelo comeback de Demi Lovato, que se emocionou antes e durante a apresentação de Anybody, música gravada antes de sua overdose em 2018, e da volta de Ariana Grande após boicotar a premiação em 2019.

Veja todas as apresentações:

LIZZO

A maior indicada da noite, Lizzo abriu a noite e dedicou sua apresentação de Cuz I Love You para Kobe Bryant. A performance de Lizzo contou com uma orquestra de violinistas mulheres e negras. Para fazer a transição entre Cuz I Love You e Truth Hurts, um grupo de seis bailarinas rodearam a cantora enquanto ela se trocava para um figurino neon e futurístico. Ao contrário de Cuz I Love You, em que Lizzo cantou parada e sozinha, em Truth Hurts a cantora teve backup dancers e coreografia. Ela também levou a icônica flauta. Ela acabou a apresentação com um “Bem-vindo ao Grammy, vadia” e pareceu bem emocionada por performar pela primeira vez na premiação.

https://www.youtube.com/watch?v=qTxXyL3AfYw

BLAKE SHELTON E GWEN STEFANI

O casal apresentou seu feat Nobody But You, do álbum de Blake Fully Loaded: God’s Country. A performance seguiu o discurso inicial de Alicia Keys, a host desta edição do Grammy, e teve um tom mais romântico.

https://www.youtube.com/watch?v=pKjVDXRDHo4

JONAS BROTHERS

Kevin, Joe e Nick Jonas, em conjuntos dourados, apresentaram a música Five More Minutes, de Scotty McCreety, em uma performance mais intimista andando pela plateia. Kevin, inclusive, interagiu com sua esposa Danielle. Ao chegar no palco, já com banda, cantaram seu novo single What A Man Gotta Do, que tem uma pegada um tanto country meets ritmo irlandês. A música faz parte do futuro álbum novo dos Jonas, já que não faz parte do Happiness Begins.

https://www.youtube.com/watch?v=6j1TRq7jN8Y

TYLER, THE CREATOR, CHARLIE WILSON & BOYZ II MEN

Tyler, The Creator, Charlie Wilson e o grupo Boyz II Men iniciaram a apresentação cantando Earfquake ao redor de fogueira. Em seguida, Tyler seguiu para cantar New Magic Wand sozinho mas com uma série de sósias o rodeando em um cenário com diversas casas coloridas. Os sósias ajudaram a dar um tom caótico à apresentação. Ao final, o cenário simula fogo e Igor some no palco.

https://www.youtube.com/watch?v=tlZAHkb7n2Y

USHER E FKA TWIGS 

Em uma homenagem ao Prince, Usher cantou Little Red Coverst, When Doves Cry e Kiss. O cantor vestia uma roupa no estilo de Prince e dançou com bailarinos, além de imitar alguns dos movimentos do cantor homenageado.

https://www.youtube.com/watch?v=LfwatZ9hdxA

CAMILA CABELLO

Em uma roupa rosa e brilhante, Camila Cabello apresentou First Man, do álbum Romance. A música é uma homenagem ao pai de Camila e imagens dos dois foram projetadas enquanto Camila cantava olhando para ele. Da metade para o final da canção, Camila caminhou até seu pai, que assistia emocionado na plateia.

https://www.youtube.com/watch?v=lDyo1Y4uCWg

TANYA TUCKER

Ganhadora de dois Grammys da noite, a cantora de country Tanya Tucker cantou Bring My Flowes Now ao som de um piano. A apresentação foi sóbria como a música e Tanya vestia um terno com flores bordadas.

ARIANA GRANDE

A apresentação de Ariana tinha uma expectativa grande pois na edição do ano passado da premiação, Grande desistiu de cantar por conta de um desentendimento com os produtores do evento sobre qual música ela iria apresentar. Na apresentação deste ano, Ariana cantou Imagine, 7 Rings e Thank U, Next do álbum Thank U, Next.

Imagine foi a primeira. Ariana a cantou com uma orquestra de violino e um vestido preto. Ao iniciar 7 Rings, dançarinas despem Ariana, que fica com um pijama e todas seguem para um cenário de quarto onde elas dançam. Depois de 7 Rings, Ariana canta Thank U, Next enquanto as dançarinas circulam o palco. Durante Thank U, Next, Ariana devolveu um anel de noivado à caixa, fazendo referência ao momento pós noivado da cantora e de amor próprio.

https://www.youtube.com/watch?v=cUf78rxxEMo

BILLIE EILISH

Billie e Finneas apresentaram o single When The Party Is Over em roupas combinando. Como a música, a apresentação foi sóbria e crua.

https://www.youtube.com/watch?v=C4a0dKG7-bo

AEROSMITH E RUN-DMC

Comemorando 50 anos de banda, Aerosmith apresentou Livin’ On The Edge (1993) e, em seguida, Walk This Way (1986), com o duo de hip-hop Run-DMC. O encontrou animou o público. Durante a performance, o duo ergueu uma das caminhas de Kobe Bryant para homenagear o jogador. Esta semana, o Aerosmith foi homenageada com o MusiCares Person Of The Year por sua dedicação à trabalhos filantrópicos.

https://www.youtube.com/watch?v=NjJtnMOkF60

LIL NAS X, BILLY RAY CYRUS, BTS, DIPLO E MASON RAMSEY

A apresentação de Old Town Road começou com Lil Nas cantando em uma sala de casa, para simular onde a carreira do cantor começou. Na sala também havia uma camisa de Bryant. Em um cenário móvel, ele passa para outro cômodo e continua a música na verão remixada com BTS. Em seguida, Lil Nas canta um segmento solo e segue para um espaço de celeiro com Diplo e Mason Ramsey, desta vez para cantar a versão de Ramsey. Logo depois, Billy Ray Cyrus canta sua parte e a música é emendada para Rodeo, outra música de Lil Nas X com o cantor Nas. A apresentação também é uma forma de brincadeira com os infinitos remixes que Old Town Road teve.

https://www.youtube.com/watch?v=drojmpUCC2M

DEMI LOVATO

Uma das performances mais aguardadas do Grammy, para seu comeback, Demi cantou a música Anyone, que fala sobre solidão e buscar solução para o vazio nas drogas. Na canção, Demi pede alguém para ajudá-la. O single foi gravado antes da overdose que Demi sofreu em julho de 2018. Demi começou a apresentação já chorando e teve que recomeçar. Ela foi ovacionada pelo público.

https://www.youtube.com/watch?v=Glo6mbDWLd4

JOHN LEGEND, MEEK MILL, KIRK DRANKLIN, RODDY RICCH E DJ KHALED

Como mencionado, o rapper Nipsey foi morto em 2019 e, para homenageá-lo, John Legend, Meek Mill, Kirk Franklin, Roddy Ricch, YG e DJ Khaled montaram uma performance que incluiu a releitura de suas músicas mais populares e finalizaram com John Legend cantando Higher, música que venceu o Grammy por melhor performance de rap cantado ou falado. Ao final, o grupo projetou uma imagem de Nipsey e Kobe para homenagear ambos.
Higher

https://www.youtube.com/watch?v=P4DNDJq-jHU

ROSALÍA

Vencedora de Melhor Álbum Latino Urbano, de Rock ou Alternativo pelo El Mal Querer, Rosalía começou sua apresentação com Juro Qué e, antes de fazer a transição para Malamente, dançou solo. Já em Malamente, uma série de dançarinos homens a acompanharam em um cenário vermelho-alaranjado. Ela terminou com o clássico “La Rosalía”.

https://www.youtube.com/watch?v=kUzxObqlozY

ALICIA KEYS

Alicia abriu a 62ª edição do Grammy com uma paródia musical sobre os indicados e suas músicas. Mais tarde, ela cantou Underdog, música que lançou este ano com dançarinos vestidos todos com roupas casuais e diferentes uma das outras, representando todo o tipo de pessoa. Ela acabou a apresentação no piano que é — como ela disse no início da cerimônia — seu lugar preferido.

https://www.youtube.com/watch?v=D97gymbrurU

H.E.R.
Com cinco indicações, H.E.R. voltou ao Grammy para cantar Sometimes, seu single lançado no próprio domingo, 26. Ela tocou piano e guitarra e teve uma orquestra a acompanhando.

https://www.youtube.com/watch?v=Qbf1jC0s4ro