Foto: Sarah Barlow + Stephen Schofield

Joshua Bassett começou o ano repleto de novidades. Ainda colhendo os frutos dos últimos singles lançados, “Lie Lie Lie” e “Only a Matter of Time”, o artista de 20 anos se prepara, agora, para compartilhar com o mundo seu novo EP, que já tem data de lançamento e tracklist divulgada.

“Meu EP chega no dia 12 de março!”, postou Joshua, hoje (19/02), nas redes sociais que acumulam milhões de seguidores. Além das queridinhas do fandom, outras quatro novas faixas tiveram seus nomes revelados: “Sorry”, “Do It All Again”, “Telling Myself” e “Heaven Is You”. A parceria com Sabrina Carpenter, “We Both Know”, que havia sido registrada e comentada pelo cantor, foi removida da versão final do material, ao que tudo indica.

Nós, do Conexão POP, que somos oficialmente do fandom (aparentemente sem nome, ainda) batemos um papo bem legal com o intérprete de Ricky em High School Musical: The Musical: The Series e exploramos mais sobre essa nova fase que mostra um lado bem mais maduro e artístico do ator, cantor, compositor, músico (e tudo para a gente)! Confere aí:

Conexão POP: Oi, Joshua! É um prazer falar com você! Como você está se sentindo?

Joshua Bassett: Estou fantástico. Obrigado por perguntar! Como você está se sentindo hoje?

CP: Ficamos felizes. Estou bem! Obrigada! Está bem quente aqui no Brasil. E por aí?

JB: Está tudo ótimo!

CP: Levamos um susto no começo do ano com sua publicação nas redes sociais, que o mostrava em um leito de hospital. Você está saudável?

JB: Sim, estou saudável. Obrigado por perguntar! Eu agradeço o apoio que tenho recebido de todos, mas já  estou me sentindo 100% melhor. Estou muito bem. Agradeço, de verdade, por perguntar.

CP: Eba! A gente que agradece! Bom, podemos falar sobre “Lie Lie Lie” e o quão divertido essa música é? Conta para a gente: por que você a escolheu como o primeiro single da sua nova era?

JB: É engraçado! Eu soltei “Lie Lie Lie” no Instagram há cerca de 2 anos e meio e, desde então, as pessoas me cobravam sobre ela. Quando eu decidi lançar meu EP, essa música se destacou, na minha opinião, então se tornou single. Eu também amo o videoclipe e, por isso, decidimos que essa seria a nova música de trabalho.

CP: Parabéns por “Only a Matter of Time”! É uma ótima música, e explora muito os seus vocais. Qual sua parte favorita dela?

JB: Primeiramente, muito obrigado! E acho que minha parte favorita dela é (…) “Well, I’m sure you’re hurting inside, but why would you make your pain mine?”. Esse trecho é muito forte para mim porque acredito que, frequentemente, quando as próprias pessoas se machucam, é melhor para elas, por algum motivo, descontar a dor em alguém e colocar outras pessoas para baixo junto com elas (…). É tipo: “Sei que você está sofrendo, mas você não precisa fazer outras pessoas sofrerem porque você está sofrendo.”

CP: Você pode nos contar algum segredo sobre “Only a Matter of Time”? Foi difícil de escrever? Gravar?

JB: Eu, na verdade, escrevi essa música em 20 minutos! É, provavelmente, a música mais rápida que já escrevi. Eu sinto que é o tipo de música que era realmente para ser.

CP: Você cresceu cercado por mulheres, né?! Você só tem irmãs… Na sua opinião, isso fez de você uma pessoa mais sensível? Como te influenciou como homem e artista?

JB: Eu era um bebê chorão quando criança! Realmente exagerava (…). Mas nunca foi um tabu demonstrar emoções. Eu acho que, na maioria das vezes, para homens, você sabe… isso [demonstrar os sentimentos] pode ser. Quando crescem, são ensinados a serem rígidos e se fecharem. Acho que crescer com as minhas irmãs fez de mim uma pessoa mais sensível, e eu definitivamente acho que isso influencia minha arte! Com certeza!

CP: Seus fãs são demais! Tive a oportunidade de falar com alguns, e eles querem saber: qual o nome do fandom?

JB: É uma ótima pergunta! Eu não pensei nisso. Acho que é uma decisão deles?! Eu realmente não sei… Quero dizer, eu tinha uma piada sobre “Basset Hounds” (raça de cachorro) porque meu último nome é Bassett, mas agora eu não sei. Se eles tiverem alguma ideia, sou todo ouvidos.

CP: Por aqui, somos super fãs de High School Musical: The Musical: The Series. É incrível vê-los revivendo as memórias dos filmes e apresentando a história para uma nova geração. Você já mostrou seu EP para algum dos seus colegas de elenco? Qual foi a reação deles?

JB: Não! Eu honestamente acho que ainda não compartilhei meu EP com quase ninguém. Acho que dividi boa parte dele com o Matt Cornett, que interpreta o E.J., e eu acredito que ele realmente amou. Foi muito legal ver a reação dele. Eu sempre amo compartilhar meu trabalho com esse cara. Mas não mostrei para o elenco. Sou bem reservado com as coisas até que elas se tornem públicas.

CP: Temos certeza que eles vão amar! Antes da gente terminar, podemos te esperar no Brasil quando for humanamente possível?

JB: Absolutamente! O primeiro lugar para o qual quero ir, assim que possível, é o Brasil. Eu não sei exatamente quando, então não posso prometer. Não posso controlar o que acontece no mundo, mas assim que der, estou mais do que animado para ir para o Brasil, me apresentar lá e – tomara – conhecer algumas pessoas.

Oficialmente a pessoa mais fofa do mundo! Curtiram? Subimos o áudio da entrevista, com alguns extras, no nosso canal do Youtube. Corre pra conferir ;D

Notícias relacionadas