O cantor Tolentino, jovem de idade e na cena musical, pode ter nascido como parte da Geração Z, mas tem como fonte de inspiração nomes como David Bowie, Prince, e nomes mais atuais como Lorde e Lady Gaga. Aliás, foi ao ver vídeos de Gaga tocando piano, que teve vontade de replicar o que a mãe dos Little Monsters fazia um dia. A cantora foi o que fez o musico perceber que queria mexer com música.

Quando chegou na fase de escolher uma faculdade, Tolentino decidiu que queria fazer algo relacionado a cinema e musica, para que ele pudesse aprender coisas que o ajudassem a criar sua própria fonte de expressão. Nisso, decidiu criar um canal de YouTube, algo que o cantor australiano, e também inspiração para o jovem brasileiro, Troye Sivan fez como forma de se expressar e aos poucos levar isso para a música.

Tolentino começou a estudar música quando tinha 13 anos, fazendo violão, mas depois de dois meses percebeu que o interesse estava acabando por conta da parte teórica, e passou a tocar por conta própria. Ao 15 decidiu arriscar e compôs sua própria música e no final de 2017 lançou sua primeira música, chamada “Parquinho da Cidade”.

Agora, o música está lançando a canção “Caso Perdido” acompanhada de seu videoclipe. A faixa inicia a divulgação da narrativa multimídia do EP de estreia “Caos”. A canção experimental é marcada sonoramente por um conceito de vocais misturados e é o início da narrativa contada através das músicas e vídeos do EP “Caos”, que é o mesmo nome da persona que Tolentino encarna neste trabalho.

O EP “Caos” conversa sobre como paixões e as inseguranças causadas por elas transformam as pessoas e para narrar esse sentimento, Tolentino interpreta nesse projeto a persona Caos, que acumula em si todas as vivências, desejos, ilusões e decepções. O desenvolver do projeto incluirá uma faixa lançada mensalmente acompanhada de um clipe, sendo o de “Caso Perdido” a parte um desse universo.

 

 

 

 

 

Notícias relacionadas