Em sua reta final, a mostra “África(s). Cinema e Memória em Construção”, na CAIXA Cultural Rio de Janeiro, contará com a presença de destaque nos debates:  a viúva do cineasta francês Jean Rouch e presidenta da Fundação Rouch, Jocelyne Rouch.

Junto com a curadora Lúcia Ramos Monteiro e a pesquisadora Jusciele Oliveira, Jocelyne Rouch estará presente na mostra para um debate no dia 1 de dezembro, as 18h, após a exibição do filme “Makwayela” (1977), criação de seu falecido marido.

A mostra “África(s). Cinema e Memória em Construção” tem duração de 20 de novembro a 2 de dezembro, no Rio de Janeiro. O evento é uma homenagem ao cinema criado no contexto de independência e revolução dos países africanos e conta com 42 filmes (entre eles, curtas, médias e longa-metragens) de diversos países, junto com sessões de debates com especialistas. A pesquisadora e professora Lúcia Ramos Monteiro foi responsável pela curadoria.

Notícias relacionadas