Em formato pandêmico (virtual), a CCXP Worlds ‘A Journey of Hope’ irá ocorrer entre os dias 4, 5 e 6 de dezembro de 2020, levando essa experiência mais do que única para os lares de milhares de fãs.

Para garantir que os fãs continuem imersos no evento mesmo sendo 100% virtual, os convidados estão sendo pra lá de especiais. Vem com a gente conferir os três novos quadrinistas que estarão no nosso tão querido Artists’ Valley!

Considerado um dos mais comentados autores de super-heróis atualmente, o americano Tom King é também um ex-oficial da CIA (mas não foi aqui que você leu sobre isso!). O artista é conhecido por escrever ‘The Vision’, para a Marvel Comics, e ‘The Sheriff of Babylon’, para o selo Vertido da DC Comics. King foi um dos responsáveis pela era ‘Rebirth’ do Batman, para a DC Comics, e seu mais recente trabalho, Rorschach – personagem do universo de Watchmen, com Jorge Fornés e Dave Stewart. 

Batman ‘Rebirth’, Tom King.

Chloé Cruchaudet, graduada em um curso de animação pela Escola Gobelins de Paris, possui como característica usar elementos da natureza humana em momentos históricos. Não precisamos dizer que ela é perfeita, né? A artista lançou sua primeira graphic novel solo, ‘Groenland Manhattan’, pela Delcourte e foi vencedora do prêmio René Goscinnyem 2008 no Festival Internacional de Angoulême. Participando da CCXP Worlds a partir de uma parceria com a Editora Nemo, a autora irá promover no país o lançamento da premiada obra ‘Degenerado’.

Degenerado, Chloé Cruchaudet.

Jeff Smith está na lista dos mais vendidos do New York Times pela série ‘Bone’, publicada em mais de 30 países e eleita como um dos 10 melhores romances gráficos de todos os tempos pela Time Magazine, um sucesso desses não é pra qualquer um! O autor, que irá participar do festival graças a uma parceria com a editora Todavia, também assina outros quadrinhos aclamados como ‘SHAZAM! E a Sociedade dos Monstros’, ‘RASL’ e ‘O ratinho se veste’. Smith divide seu tempo entre as cidades de Columbus e Key West, nos EUA, e, junto de sua esposa e sócia, Vijaya Iyer, trabalha no projeto ‘TUKI: 2 milhões BCE’.

Bone, Jeff Smith

E você, vai ficar de fora dessa?

Notícias relacionadas