Categoria: Música

Com muita referência cultural, Jevon entrega tudo com o short film “Forest Fire”, que conta com a tecnlogia VFX –efeitos visuais–, realizada pelos estúdios 1983, supervisionada por Nick Lines e produzida por Greatcoat Films. Dirigido por VYLIT, o vídeo ainda traz nomes como Courtney Bennett, responsável pela direção de fotografia e Andrew Clunie como editor.

A ideia do short filme foi divulgar o primeiro álbum de estúdio de Jevon, “Fell In Love in Brasil”, lançado na última sexta-feira.

Destaque da cena britânica, Jevon cresceu no bairro Mozart Estate, no noroeste de Londres, mas conforme o tempo passou, ele se viu cada vez mais obcecado por bossa nova, disco, samba e outros gêneros que conheceu através de seu avô brasileiro.  Sabendo que essa música era parte dele e que era isso que seu álbum de estreia precisava ser, começou então uma jornada de autodescoberta, incluindo várias viagens ao Rio de Janeiro e São Paulo. O Brasil na época envolvia um clima político extremo, já que Jair Bolsanaro estava prestes a ser eleito.

“Fell In Love InBrasil” foi finalizado entre Londres e São Paulo, com o lendário produtor Daniel Ganjamam assinando como co-produtor e com produções de Deekap, além de participações de vários artistas brasileiros, como Marcus ValleRincon Sapiência, Jé Santiago  e Tássia Reis.

O público conheceu “Pra Te Machucar” em uma live de Ludmilla, realizada ainda em julho do ano passado, e logo se apagou a faixa. Depois de viralizar, a cantora recebeu tantos pedidos para o lançamento da canção que, em parceria com o trio Major Lazer (Diplo, Walshy Fire e Ape Drums), o grupo baiano ÀTTOOXXÁ e Suku Ward, decidiu oficializar a música em todas as plataformas digitais.

Nesta sexta-feira, dia 19, “Pra Te Machucar” teve seu clipe oficial divulgado, um dia depois da chegada do single. Além do estilo pop com pegada eletrônica e um pouco de pagodão baiano presentes na música, o vídeo ganhou um ar de faroeste com Lud na pele de uma justiceira.

Com direção de Felipe Sassi– o mesmo por trás de “Rainha da Favela” -, a produção foi gravada em Itu, no interior de São Paulo, e traz no enredo a história de uma cantora negra sequestrada pelos próprios empresários e  substituída por uma cantora branca.

Em uma parceria inédita, o trio de DJs e produtores Mad Dogz se juntou a PK e MC Rebecca para o lançamento de “Quarto Escurto” nesta sexta-feira, dia 12.

Com referências internacionais, inspiradas em Billie Eilish, The Weekend e Dua Lipa, a canção, composta pela artista Anne, apresenta timbres de diferentes estilos musicais, misturando elementos do rock, funk e batidas eletrônicas dentro do pop contemporâneo.

A faixa chega ainda acompanhada de um clipe diferente, gravado em uma arena de air soft, em São Paulo, sob direção de Mateus Rigola.

Por aqui, a equipe do Conexão POP já colocou a música na playlist! E vocês?

Foto: Gabriel Brasil

Davi Alexandre Magalhães de Almeida tinha apenas 17 anos quando emplacou “Oh Juliana” em primeiro lugar na lista de canções mais ouvidas do Spotify Brasil em 2020, tornando-se também o primeiro brasileiro a figurar na Billboard Hot 200. Filho de empregada doméstica, até o começo do ano passado o cantor nunca havia lançado uma música e levava a vida como funcionário de uma fábrica de suplementos alimentares em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

Depois de explodir com “Na Raba Toma Tapão”, parceria com o DJ Markim WF, de Belo Horizonte, que nasceu em plena pandemia, o jovem começou a fazer seu nome da indústria como Niack. Agora, aos 18 anos, o artista se prepara para a sua primeira colaboração internacional.

Nesta sexta-feira, dia 5, “Vida” chega como o primeiro single ano do cantor, com participação inédita em dose dupla. Maejor e Sofía Reyes se juntam a Niack em uma faixa que reúne muitos sentimentos e trechos em três idiomas: inglês, português e espanhol.

Talvez você já tenha escutado falar de “Musa do Verão”, sucesso de Felipe Dylon nos anos 2000. Mas o que isso tem a ver com a Lagum?

Nesta sexta-feira, dia 29, a banda mineira divulgou sua nova faixa. Intitulada “Musa do Inverno”, a canção não só tem um nome oposto a canção de Dylon como também conta com a participação do artista no clipe.

Apresentando pequenas homenagens ao Tio Wilson, que faleceu em setembro de 2020, vítima de uma parada cardiorrespiratória (como um chaveiro do baterista pendurado na van e a foto do grupo logo nos primeiros segundos), o vídeo traz ainda leves referências ao desenho animado Scooby-Doo por meio dos figurinos usados por Pedro, Jorge, Chicão e Zani. Olha só:

E aí, curtiu a vibe “Musa do Inverno”? Conta pra gente o que achou da ideia.