5 de junho de 2020
Música
Vezes em que atletas de futebol se arriscaram como cantores

Apesar do esporte e da música serem coisas diferentes, diversas vezes estiveram juntas em momentos importantes. Já parou para pensar, por exemplo, que todos os grandes eventos esportivos contam com um show? É o caso do Super Bowl, que reúne até os ‘não-tão-fãs-de-esportes-assim’ para assistirem a performance de abertura do artista escolhido para a edição. Sem falar na música-tema da Copa do Mundo. Waka Waka, de Shakira, gravada para a competição de 2010, é considerada por muitos (talvez quase todos) a melhor canção de todas as Copas!

Por isso, buscando trazer um conteúdo curioso e divertido, o Conexão POP separou alguns momentos em que jogadores e jogadoras de futebol se arriscaram no mundo da música. Olha só!

Ronaldinho Gaúcho

Dono dos roles aleatórios mais comentados, o famoso ‘Bruxo’ é o jogador que mais seguiu pelo lado musical. O ex-futebolista já gravou com Dennis DJ, Wesley Safadão e a dupla João Lucas & Marcelo. Até perfil no Spotify Ronaldinho tem!

Neymar

O menino Ney também já colocou seu pézinho no palco. Amigo de Thiaguinho, o jogador do Paris Saint-Germain e da Seleção Brasileira fez uma participação especial na gravação da faixa “Ousadia e Alegria” para o DVD do cantor. A música até virou “tema” do atleta.

E não para por aí! Em 2016, ainda jogador do Barcelona, Neymar publicou um vídeo cantando uma música autoral (“Yo Necesito”). O jogador até fez uma brincadeira ao dizer que gravaria seu primeiro álbum! Será que o disco vem?

Vinícius Junior

Depois de publicar um vídeo cantando “Atrasadinha”, música de Felipe Araújo Ferrugem, Vinícius Junior caiu na graça da internet e virou meme na certa.

O sucesso foi tão grande que, além de popularizar a canção, o ex-jogador do Flamengo e atual do Real Madrid se reuniu com Felipe, em um encontro promovido pela CBF, para “regravar” a versão.

Marta

Com um canal no YouTube recém-criado, a jogadora eleita seis vezes a melhor do mundo, camisa 10 da Seleção Brasileira e do Orlando Pride toca violão e já sonhou em ser cantora. Além do talento e habilidade com a bola no pé, a Rainha Marta também mostrou ao público que é dona de uma voz poderosa.

Cacau

Em 2019, a Copa do Mundo Feminina marcou um novo começo para a modalidade. Com recordes de audiência e maior visibilidade, o ano é considerado um dos mais importantes para quem vive o futebol feminino.

Composta em 2011 por Cacau Fernandes, jogadora do Corinthians (que também canta), e Gabi Kivitz, ex-atleta, “Jogadeira” virou hino da Seleção Brasileira pela sua letra forte em ritmo de pagode.

“Qual é, qual é, futebol não é pra mulher? Eu vou mostrar pra você, mané, joga a bola no meu pé”!

E aí, lembrou de mais algum momento em que atletas resolveram bancar os artistas? Conta pra gente!

Publicado por

Jornalista recém-formada apaixonada por música, cinema, viagens e esportes.



Posts Relacionados