15 de novembro de 2020
Entrevista
ENTREVISTA | Erika Ender fala sobre a produção de “MP3-45”, seu novo álbum

A cantora Eika Ender, uma das compositoras do hit “Despacito“, lançou na última sexta-feira o álbum “MP3-45”. A produção conta com 9 faixas em português, inglês e espanhol! Das 9 novas canções, 6 são inéditas e outras 3, covers.

O álbum foi gravado ao lado do produtor vencedor dos prêmios Grammy e Latin Grammy, Moogie Canazio. O trabalho do novo disco começou em 2019 e foi finalizado neste ano. Juntos, Erika Ender e Moogie Canazio conseguiram transmitir sua essência e verdade no novo álbum.

“Este álbum é um reflexo de quem eu realmente sou. Eu sou uma mulher moderna e independente que pensa fora da caixa, mas meus valores internos são da velha escola. Minha ética é muito clássico em termos de moral e eu sempre tento imprimir uma mensagem em minhas músicas e letras. Nasci e cresci em uma família multicultural e no ‘MP3-45’ não estou focando apenas em um gênero ou idioma. Estou misturando tudo o que sou”, diz a cantora.

No dia do lançamento, o Conexão POP bateu um papo incrível com a cantora, confira:

CP: Como está sendo a quarentena?

Erika: Fiz músicas e aprendi muitas coisas novas, mas a coisa mais importante disso tudo foi a conexão comigo mesma. Essa quarentena nos ajudou a ter mais tempo para pensar e valorizar as coisas mais essenciais da vida.

Eu perdi minha avó no início desta quarentena, por causa da pandemia, e isso muda a vida um pouco. Eu acho que a gente [humanidade] aprendeu sobre a solidariedade.

CP: Como foi a produção do álbum “MP3-45”?

Erika: Começamos a escolher as músicas no ano passado. Eu e o Moogie Canazio, no caso. Ele é um orgulho para o Brasil, já tem vários latin grammys e já trabalhou com as maiores glórias do Brasil e também dos Estados Unidos.

Ele sempre entendeu a minha origem, que sou latina (nasci no Panamá, mas minha mãe é brasileira e meu pai é norte-americano). Tudo isso era uma salada mista que tinha em casa, tanto por idiomas como por culturas.

Eu recomendei o fato de que fosse “a máquina do tempo”, trazendo o passado para o presente. Por isso o nome “MP3-45”, mp3 do formato que escutamos a música e 45 de RPM, o vinil.

Eu queria trazer a música velha para o formato de hoje em dia, para o formato de hoje, pois é uma marca importante na minha vida. Tem o lado “A” e o lado “B”, assim como o vinil. O lado a tem a Erika atual e o lado b tem regravações, músicas que marcaram a minha vida.

CP: O processo de escolha das músicas foi difícil? Existem muitas faixas que não entraram no álbum?

Erika: Foi muito difícil, principalmente no lado b, pois tem tantas músicas que fizeram parte da minha vida. Eu tinha que escolher uma de cada cultura, então eu escolhi por causa das anedotas que eu tinha com a música. Para o Brasil tem “Sou Louco”, música de Dorival, que é um clássico. Eu amava essa música e chorava escutando.

CP: Você pensa em traduzir as músicas e criar uma nova versão?

Erika: “Até logo” é uma música que nasceu em português e a primeira vez que promovo uma música toda em português cantada por mim. Quando as pessoas começaram a pedir pela versão em espanhol, eu fiz uma nova versão, que chama “Hasta Luego”.

Eu adoro essa transição, acho que não tem um desafio maior do que levar o português para o espanhol mais natural ou vice-versa. Eu detesto versão que fica meio estranha, eu adoro manter o espírito da música e manter a ideia das linhas.

Contudo, ao mesmo tempo, eu quero que soe bem natural para o idioma que estou levando.

Confira a tracklist completa:

Lado A

  1. Darnos Un Día 
  2. Cosas que echo de menos
  3. Até logo
  4. Si Te Quieres Quedar
  5. In The Middle
  6. Missing You Today

 

Lado B 

  1. Abrázame
  2. Só Louco
  3. When I Fall In Love

Publicado por



Posts Relacionados