13 de Abril de 2018
Livros
Livro X Filme | Tão diferente mas tão bom, Jogador Número Um trás uma adaptação fora da curva e isso não é ruim

Baseado no livro de Ernest Cline, a adaptação de Jogador Número 1 traz uma adaptação diferente aos olhos dos fãs do livro, mas ainda sim não decepciona, e gosto de dizer que isso é bom, é muito bom.

Filme:

O diferente nunca foi tão bom. A adaptação cinematográfica de Jogador Número 1, segue um pouco diferente do livro que por sinal foi escrito para se tornar um filme, mas aqueles que pensarem que isso pode ser ruim estão enganados, Steven Spielberg abrange sua visão em relação ao livros e nos traz um clássico de cultura pop.

Apesar de acontecer muitas mudanças a história não se perde e mantém seu , porém muitas acontecimentos que seriam importantes para o enriquecer da história foram tirados para que o filme não ficasse muito longo. Apesar de ambos (Livro e Filme) falarem sobre a paixão de James Halliday (Criador do OASIS), pelo anos 80, o filme não aborda isso de forma muito clara, mas sem deixar seus telespectadores confusos.

Dirigido por Steven Spielberg a obra cinematográfica traz muito do DNA do diretor que há um tempo não era bem visto pelos críticos. Não só sua qualidade gráfica é de aplaudir de pé o filme também contém uma trilha sonora de arrepiar aos amantes do 80’s, que por sinal também é composta pelo premiado Alan Silvestre, responsável pela trilha sonora maravilhosa de De Volta para o Futuro.

Livro:

Muito mais completo que o filme, o livro contém a participação de personagens a longo prazo, e os acontecimentos são muito mais detalhados. Dando ao livro um ar mais ‘poderoso’ e relação á história e seus acontecimentos.

 

 

 

Publicado por

Apaixonada por livros, filmes e séries ❤️



Posts Relacionados