1 de setembro de 2020
Livros
Entre romances, bastidores e debates sociais, Intrínseca divulga lista de lançamentos de setembro; confira

Setembro começou e com ele vem a lista de lançamentos da Intrínseca. De romances debates sociais, a editora traz nove novas obras no catálogo este mês.

Entre elas está A vida mentirosa dos adultos, de Elena Ferrante – uma publicação que os assinantes do Clube Intrínsecos já puderam conferir com exclusividade.

Já para aqueles que curtem uma maratona de séries e filmes – e não abrem mão de sessão pipoca sempre que possível -, A regra é não ter regras, de Reed Hastings, CEO da Netflix, promete levar o leitor para os bastidores da maior empresa de streaming do mundo.

E claro que poderia faltar uma história romântica, não é?! O tão aguardado Amor & sorte, de Jenna Evans Welch, autora do best-seller Amor & gelato, também chega com tudo.

A lista é tão grande e variada que conta ainda com livros que inspiraram produções audiovisuais, análise da tensão entre Estados Unidos e China, impacto da COVID-19 e debate sobre o racismo.

Se liga!

A vida mentirosa dos adultos
Elena Ferrante

Lançamento em 1º de setembro

Aos 12 anos, Giovanna entreouve o pai a comparando a Vittoria, a tia descrita pela família como alguém cuja feiura e maldade coincidiam perfeitamente. O comentário causa questionamentos devastadores na menina, que só encontra uma esperança de paz quando decide se encontrar pessoalmente com a tia.

É o comentário do pai, a pessoa a quem Giovanna mais amava, que a faz perceber pela primeira vez que os adultos escondem segredos inomináveis. Acompanhando a menina até os 16 anos, vemos a fragilidade e a angústia do crescimento serem contadas por uma voz sincera e sem pudor de mostrar como se dá o desmoronamento de todas as nossas certezas no percurso até a maturidade.

Piano mecânico
Kurt Vonnegut

Lançamento em 4 de setembro

O livro de estreia da carreira de Kurt Vonnegut narra uma sociedade distópica dominada por máquinas, engenheiros e gerentes. Do lado dos privilegiados, o doutor Paul Proteus leva uma vida confortável, até que a visita inesperada de um inquieto e inconformado ex-colega de engenharia promove um abalo em suas percepções.

De consequências a princípio somente íntimas, essas mudanças logo se transformam em uma ameaça a toda a estrutura que o cerca. Mais do que uma crítica à automação e ao progresso desenfreado das tecnologias, Piano mecânico é um livro sobre o desconforto inerente que toda estrutura social causa ao homem moderno. Escrito logo após a publicação de 1984, livro pelo qual Vonnegut admitiu ter sido fortemente influenciado, a obra compartilha com Orwell a ansiedade do pós-guerra e o medo de que, em tempos de paz, as nações venham a se submeter a níveis potencialmente paranoicos de controle social.

A regra é não ter regras: a Netflix e a cultura da reinvenção
Reed Hastings e Erin Meyer

Lançamento em 10 de setembro

Primeiro livro escrito pelo CEO da Netflix conta os bastidores do sucesso da empresa, de um serviço de locação de DVDs por correio a uma superpotência de streaming, em vinte anos a companhia se tornou um dos principais nomes das indústrias de entretenimento do mundo.

Com mais de 165 milhões de usuários em 190 países e uma receita anual de bilhões de dólares, a Netflix causou uma verdadeira revolução com sua filosofia corporativa nada convencional. Cofundador, presidente e CEO da empresa, Reed Hastings se une à especialista em negócios Erin Meyer para falar pela primeira vez sobre a cultura que transformou a marca em um dos maiores nomes das indústrias de mídia, tecnologia e entretenimento do mundo.

A partir de entrevistas com funcionários da Netflix e relatos nunca antes compartilhados, Hastings explica como seus princípios controversos fizeram da empresa um império de inovação e sucesso global. Uma obra fascinante sobre a empresa que desafiou tradições e expectativas e dominou as premiações do cinema e da TV, além do imaginário de milhões de pessoas.

Quase uma rockstar (sobrecapa tie-in do filme)
Matthew Quick

Lançamento em 11 de setembro

Após o sucesso da adaptação de O lado bom da vida, é a vez de outra obra de Matthew Quick chegar às telas. Quase uma rockstar estreia na Netflix em 28 de agosto, e o livro ganhará uma sobrecapa especial, inspirada no pôster da produção.

Amber Appleton é dona de um otimismo incansável. Não que sua vida seja fácil. Depois de ser expulsa de casa com a mãe e seu cachorro, ela passa a morar num ônibus escolar, mas se recusa a desistir diante das dificuldades e faz de tudo para ajudar todos à sua volta. Quando uma tragédia faz seu mundo desabar por completo, Amber percebe que nem tudo está perdido, porque o mundo é o seu palco, e ela… bem, ela é quase uma rockstar.

A caminho da guerra
Graham Allison

Lançamento em 11 de setembro

A tensão crescente entre China e Estados Unidos vem alarmando o mundo. Conforme esse panorama se delineia, fica cada vez mais nítido que os dois países parecem a caminho da guerra e que as consequências disso serão mundialmente catastróficas.

Essa sensação de inevitabilidade foi descrita como a Armadilha de Tucídides. Em seu tempo, o historiador da Grécia Antiga que dá nome à expressão observou que “a ascensão de Atenas e o consequente temor instilado em Esparta tornaram a guerra inevitável”. Desde então, a armadilha descrita por Tucídides passou a designar o momento em que uma potência em ascensão ameaça tomar o lugar do poder dominante. Ao longo dos últimos cinco séculos tais condições ocorreram 16 vezes — e em 12 delas uma guerra eclodiu.

Em A caminho da guerra, o professor de Harvard Graham Allison alia história aos fatos atuais para explicar o mecanismo eterno da Armadilha de Tucídides. Ao analisar o impacto do crescimento da China sobre os Estados Unidos e sobre a ordem mundial, Graham esmiúça as difíceis medidas que poderiam ser adotadas a fim de impedir um desastre de magnitude planetária.

Amor & sorte
Jenna Evans Welch

Lançamento em 17 de setembro

Após o sucesso de Amor & gelato, chegou a vez de acompanharmos Addie, melhor amiga de Lina, em uma emocionante aventura. Em uma viagem com a família, ela tenta aproveitar a paisagem verdejante da Irlanda para não pensar no fim terrível de seu romance de verão.

O único problema é que Ian, seu irmão mais velho, sabe o que aconteceu, e eles não param de brigar. Tudo muda quando Addie descobre que Ian também guarda segredos e, inesperadamente, acaba se juntando ao irmão e a Rowan, um amigo irlandês simpático e bonitinho, em uma viagem de carro. Para se recuperar da decepção amorosa, Addie conta apenas com um guia de viagem roubado da biblioteca do hotel e torce para que os conselhos do livro realmente funcionem. Se a Ilha Esmeralda der tanta sorte quanto dizem, talvez ela consiga fazer as pazes com o irmão e, quem sabe, se apaixonar de novo.

A dança da água
Ta-Nehsi Coates

Lançamento em 22 de setembro

Por toda a América as plantações de tabaco trouxeram riqueza aos senhores de terra durante o século XIX. Quando a bonança começa seu declínio, Howell Walker sabe que precisará de um substituto para administrar Lockless, sua propriedade na Virgínia. Logo fica claro que seu único herdeiro não tem a menor aptidão para a missão.

E mesmo o jovem Hiram, com sua resiliência e memória infalíveis, não poderia fazê-lo — além de filho ilegítimo, ele é um escravizado. No entanto, quando os meios-irmãos se afogam nas águas do rio Goose, a vida de Hiram é poupada por um poder misterioso, uma herança materna que se perdera junto com as lembranças da mãe, vendida e levada para nunca mais voltar.

Desse breve encontro com a morte brota uma grande urgência: Hiram precisa escapar do lugar que foi seu lar e prisão desde o dia em que nasceu. A dança da água narra toda a atrocidade infligida a negros ao longo de gerações, compondo um relato comovente e místico sobre destino e propósito, perda e separação.

Ruptura
Monica Baumgarten de Bolle

Lançamento em 25 de setembro

Assim como é certo que uma pilha de areia vai desmoronar alguma hora, cientistas do mundo inteiro há tempos já alertavam sobre a iminência de uma nova pandemia, sem poder precisar detalhes. Até que aconteceu.

Ruptura é o volume de estreia da série A Pilha de Areia, escrita pela economista Monica Baumgarten de Bolle, que trata da pandemia de COVID-19 e seus efeitos na economia. Baseados no conteúdo que a autora apresenta em seu canal no YouTube sobre os desdobramentos e impactos desse cenário, as medidas para freá-los e as novas perspectivas no olho do furacão, os livros terão a mesma linguagem coloquial e acessível de seus vídeos.

Em Ruptura de Bolle são analisados os primeiros impactos da pandemia. Diante de uma situação extrema, a autora comenta os desafios enfrentados pelos governos e cientistas, e principalmente por uma economia forçada a pensar de forma criativa. A autora aborda ainda temas que ficaram em evidência no Brasil, como as discussões sobre auxílio emergencial e a renda básica universal. Ruptura é um livro para entender os desafios de agora e o que estamos construindo para o futuro.

Nada ortodoxa
Deborah Feldman

Lançamento em 29 de setembro

Livro que inspirou minissérie original da Netflix indicada ao Emmy. Deborah Feldman cresceu sob um código de costumes rígidos, que regulavam praticamente toda sua vida. Integrante de um grupo de judeus hassídicos — corrente ultraortodoxa da religião —, Deborah escondia volumes de Jane Austen e Louisa May Alcott para imaginar uma vida alternativa.

Ao fim da adolescência, Deborah se vê presa em um casamento com um homem que mal conhece. O isolamento e a intransigência da comunidade deixam o jovem casal despreparado para o relacionamento. Quando consegue enfim se afastar do bairro onde cresceu e organizar uma rotina com algumas liberdades, a tensão entre os desejos e os compromissos religiosos de Deborah aumenta.

Por meio de sua impressionante história de fuga em busca de autoconhecimento, Nada ortodoxa fala de liberdade e independência, mas também de laços e senso de pertencimento, levando-nos a refletir sobre o equilíbrio tênue entre essas noções.

Publicado por

Jornalista recém-formada apaixonada por música, cinema, viagens e esportes.



Posts Relacionados