3 de Março de 2018
Filmes
Livro x filme: Me Chame Pelo Seu Nome

Se você está lendo essa matéria, seja bem vindo(a) ao nosso novo “quadro” no site, o “Livro x filme” em que, como o titulo já diz, iremos comparar livro versus sua adaptação para o cinema.

E já que estamos nos preparativos finais para o Oscar, que vai acontecer amanhã (4/03) de noite, vamos estrear o quadro falando e comparando a historia de Me Chame Pelo Seu Nome (Call Me By Your Name, pelo nome original). Preparados? Então vamos lá!

Livro:

O livro, que da origem ao filme, é uma obra de André Aciman, estadunidense nascido no Egito. O livro, que foi escrito em 2007, conta a historia de amor do jovem Elio (17) e Oliver (24), no verão italiano, do ponto de vista de Elio. No livro podemos ver o que se passa dentro da cabeça do jovem apaixonado e todos os overthikings e batalhas internas que tem durante a adolescência e suas dúvidas sobre o que Oliver sente de volta.

A capa original do livro, publicado em 2007

A capa do livro com a foto de pôster do filme

Mais intenso que o filme de certa forma, no livro podemos saber o que acontece 20 anos depois do romance de verão de Elio e Oliver, e claro, nos apaixonamos por essa historia que, quando terminamos, nos faz colocar a mão no coração e pensar “Uau!”.

Filme:

Dirigido pelo diretor italiano Luca Guadagnino, o filme tem uma fotografia daquelas de encher os olhos de lágrimas, e que faz você se apaixonar mais ainda pela historia, e querer programar uma viagem para a Itália. Com uma atuação digna de vencedora do Oscar de melhor ator (hehe) Timothée Chalamet, que interpreta o jovem Elio, está ganhando seu espaço, mais do que merecido, em Hollywood.

Não podemos deixar de falar da atuação do (maravilhoso) Armie Hammer, que interpreta o jovem acadêmico Oliver, que vai para a casa de verão da família de Elio para ajudar o pai de Elio em uma pesquisa. Os dois atores tem uma química incrível dentro de fora da tela.

Timothée Chalamet e Armie Hammer em cena do filme

O que ajuda o filme ficar mais apaixonante, e o telespectador com menos vontade que o filme acabe, é a trilha sonora, que conta com três musicas de Sufjan Stevens, cantor e compositor nova-iorquino de 42 anos que estará performando “Mistery of Love“, que está concorrendo a melhor musica original no Oscar.

Para quem não teve tempo de ler o livro antes de assistir ao filme, não se sinta culpado, pois por mais que um complemente o outro, cada um mostra a historia do ponto de vista do Elio de formas um pouco diferentes, mas nada que estrague a historia.

 

E aí, ficou com vontade de assistir ao filme antes do Oscar? Corre, pois ele ainda está em cartaz, mas apenas em alguns cinemas. E quer ler o livro? A versão em português já está em todas as livrarias do Brasil!

Publicado por

24 anos. Jornalista e fã. Apaixonada por entretenimento, YouTube, tatuagens, Skam, gmw, Shawn Mendes, livros e por aí vai.



Posts Relacionados