6 de novembro de 2017
Filmes
A comunidade LGBT no mundo do entretenimento – Parte 2

Se você gostou da primeira parte de nossa matéria sobre filmes, livros e series LGBT, prepare-se, pois agora temos a segunda parte!

Então, sem enrolar muito, aí vamos nós!

Simon vs A Agenda Homo Sapiens (Love, Simon)

Foto: editora Intrínseca

 

Caso você seja fã do ator Nick Robinson (Everything Everything) ou já tenha visto em alguma livraria esse livro de capa vermelha, sabe do que vamos falar agora. Caso não faca parte de nenhum destes dois grupos, vamos te apresentar a historia da autora Becky Albertalli.

 

O livro conta a historia de Simon (Nick Robinson) um jovem de 16 anos que e gay, mas ninguém sabe. A questão de sair ou não do armário e muito delicada para ele, que prefere deixar isso para depois. A única coisa para qual Simon não estava preparado era que Martin, um garoto de seu colégio, descobriria sua troca de e-mails com Blue, um pseudônimo de um garoto misterioso, também gay, que cada dia mais faz seu coração bater mais rápido. Blue é a única pessoa que sabe do segredo de Simon.

Nick Robinson que fará o papel de Simon

Ao descobrir os emails, Martin chantageia Simon afirmando que, caso Simon convença sua amiga Abby a sair com ele, Martin não contara nada sobre os emails para as pessoas.

A adaptação para a tela grande do livro, que se chamara “Love, Simon” (Com amor, Simon) já teve suas gravações encerradas e tem como data de estreia nos cinemas americanos para marco de 2018. Ainda não se tem uma data para os cinemas brasileiros.

Boys (Garotos)

Boys (Garotos) ou Jongens (nome original) e um filme holandês de 2014 que narra a historia de Sieger (Gijs Blom) e Marc (Ko Zandvliet) que se conhecem ao se juntas para o time de atletismo da escola. Por treinarem intensamente juntos para a prova de atletismo, acabam ficando cada vez mais próximos.

Em uma das saídas, quando estão nadando em um lago, Sieger e Marc ficam sozinho e acabam se beijando, mas por estar confuso com o que aconteceu, Sieger afirma não ser gay, e vai embora.

Ko Zandvliet (Marc) ao fundo e Gijs Blom (Sieger) na frente

Mesmo estando confuso quanto a sua sexualidade e seus sentimentos por Marc, Sieger continua próximo de seu companheiro de atletismo. Até que em uma viagem com a equipe para treinar e ganhar mais habilidade, Sieger e Marc saem às escondidas durante uma das noites e vão para uma praia, onde trocam beijos e afeto.

O filme e delicado e tem uma fotografia linda. Mas como não trabalhamos com spoilers, vamos deixar vocês com um gostinho de quero mais. Caso tenha dado vontade de assistir ao filme, ele se encontra no Netflix 🙂

Azul e a cor mais quente

Azul é a cor mais quente conta o romance de duas garotas francesas. Ao se encontrar apaixonada por Emma (Léa Seydoux), uma menina de belos cabelos azuis, Adéle (Adéle Exarchopoulos), uma jovem de 15 anos, luta contra o preconceito e julgamentos da sociedade. Já Emma, que tinha certeza sobre sua sexualidade, deixa sua namorada para ficar com Adele. A jovem se descobre ao se entregar à sua primeira paixão.

O filme foi vencedor da renomada Palma de Ouro em Cannes e ganhou mais 42 prêmios pelo mundo. Já no Brasil, uma das maiores produtoras de DVD e Blu-ray do país se recusaram a lançar, alegando que não trabalha com conteúdos de sexo explícito. Na França, a classificação indicativa do filme foi de 12 anos, no Brasil, EUA, Irlanda e Reino Unido de 18, na Argentina, Alemanha e Canadá de 16. Já em Cingapura, a classificação foi de 21 anos, e com cortes.

Cena do filme Azul é a cor mais quente

 

O Diretor do filme, Abdellatif Kechiche, conta em entrevista: “No meu cinema, eu busco mostrar a vida. Tento remover todos os artifícios e subterfúgios do cinema que nos fazem perder a atenção nesta vida. Por isso as cenas de sexo parecem tão reais.”

E aí, gostaram? Claro que existem muitos outros casais que fazem parte dessa comunidade, e se pudéssemos, colocaríamos todos aqui. Mas como não dá, resolvemos escolher alguns para representar essa comunidade que é só amor!

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por

24 anos. Jornalista e fã. Apaixonada por entretenimento, YouTube, tatuagens, Skam, gmw, Shawn Mendes, livros e por aí vai.



Posts Relacionados